• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 798 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Carta aos filiados, simpatizantes e militantes do PT em Queimados/RJ

Caríssimos,

voto

Não precisamos fundamentar nossa intenção nesta missiva relembrando a crise política que estamos vivendo. Estamos sofrendo na pele os efeitos do golpe de Estado que o país sofreu em 2016 num conluio envolvendo Judiciário, Mídia e Parlamento brasileiros. Se tem dna estadunidense não podemos afirmar, mas independente dos precursores do golpe o fato é que os trabalhadores brasileiros e as donas de casa sofrem com os efeitos dele.

Neste ano temos eleições presidenciais e parlamentares. Temos um candidato a presidente – LULA. Ele está preso, condenado por uma armação jurídica que afirma que ele, Lula, se corrompeu com um triplex que jamais ocupou, jamais tirou proveito dele, e dele em nada se beneficiou. Mas queriam Lula preso para afasta-lo das disputas eleitorais pois sabem que Lula candidato será eleito pelo povo que já entendeu o motivo do golpe.

Mas todos sabemos como se deu o golpe. O Impeachment da presidenta Dilma por um parlamento corrupto, um judiciário partidarizado e uma mídia que se assenhora do poder com notícias fabricadas nos porões das redações, foi o estopim para criminalizar o PT. É sobre isso que precisamos conversar.

O parlamento golpista contou com maioria de deputados e senadores do centro-esquerda à extrema direita e alguns algozes da extrema esquerda com ódio do PT e de Lula. Notem: MAIORIA PARLAMENTAR de gente do PMDB, PSB, DEM, PSDB, PRONA, PSC, PDS e outros nanicos de aluguéis.

Nas eleições deste ano você pode ter um (a) amigo (a) que seja candidato a presidente de algum desses partidos. Votar neles, além de legitimar o golpe, você estará impedindo que o Congresso Nacional tenha representantes do povo trabalhador e que certamente será um imbróglio para o presidente Lula ou para um presidente de esquerda eleito com apoio de Lula e do PT.

E não se trata do se amigo (a). Ele pode ser bem intencionado, mas qualquer voto nele significa legenda para os golpistas, para a direita que vilipendia direitos dos trabalhadores, consequentemente você estará contribuindo para um Congresso de gente que odeia a classe trabalhadora uma vez que a legenda ajuda a eleger parlamentares do centro-direita. Não duvidamos do seu amigo, da sua amiga, mas o partido dele não gosta de gente pobre, de trabalhadores e o seu voto nele (a) será um voto contra o PT, contra Lula.

Como presidente do PT em Queimados/RJ, peço uma reflexão de sua parte. Temos uma missão duríssima que será resgatar a Democracia, a paz e fazer um país mais justo para todos. Precisamos estar juntos para fazer do PT um partido forte no Congresso Nacional para ajudar Lula a resgatar o país para os brasileiros.

Não vote contra o PT.

Decida por uma candidatura do PT.

Por Lula livre Presidente em 2018!

Viva a Democracia!

Viva Lula!

Viva o Partido dos Trabalhadores!