• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

A inocência estúpida da esquerda

P2

Policiais camuflados de manifestantes. Eles provocaram os quebra-quebras.

Aos poucos a gente vai descobrindo como agem os fascistas. Muito provavelmente os policiais que atiraram nos manifestantes que defendem a Democracia e seus direitos trabalhistas são os mesmos que fornecem armas e munição para o crime organizado. Agora nos apareceu a informação de que esse grupo (foto) não são manifestantes em defesa da Democracia e dos direitos trabalhistas, mas policiais que infiltrados provocam a baderna propositada para justificar a ação violenta, criminosa e servil da Polícia Política Militar.

Mas isto também revela uma outra face: a inocência estúpida da esquerda no Brasil. Geralmente esses movimentos não possuem apenas uma liderança. São muitas, até para dificultar a ação dos repressores. Entretanto os manifestantes não podemos nos permitir não ficar vigilante e denunciar possíveis suspeitos de estarem infiltrados e até agir energicamente para expulsá-los do movimento. nota: agir energicamente não significa ser violento como eles, mas exigir que se coloquem do lado oposto para evitar que provoquem o tumulto e a desordem que sempre fazem.

Não é de estranhar que policiais corruptos se prontifiquem a lutar contra o povo. O objetivo deles é garantir o direito de praticar a corrupção sem serem molestados, ainda que para isto usem da arma fornecida pela corporação para atirar impiedosamente contra manifestantes… desarmados. Me dizem os arautos da ordem e da “justiça”: mas os manifestantes atiram paus e pedras. Ora! Comparar paus e pedras com um projétil de chumbo que pode matar instantaneamente se mostra um tanto desproporcional. Não há confronto entre um grupo de manifestantes contra a polícia. A Polícia usa desse argumento para praticar o que chamamos de limpeza social. Eles estão a serviço de uma casta comprovadamente corrupta. Basta ver o que se passa no Congresso Nacional; na insistência do presidente golpista em se manter no governo e nas ações do juizeco de Curitiba. Não. Eles não lutam contra a corrupção. Prova disso foi que Sérgio Moro acaba de declarar inocente a mulher do ex-deputado Eduardo Cunha por falta de provas, mas a obrigou a devolver meio milhão de Reais por ser fruto de roubo. Como assim falta de provas se o que ela vai devolver, segundo a vossa interpretação, Sr. juiz, é produto de roubo?…

Então a polícia política está a serviço da proteção aos corruptos e pelo direito de praticarem a corrupção sem serem incomodados. Daí se infiltram nas manifestações e agem propositadamente para causar o rebuliço que justifique a ação criminosa da Polícia política. Nós precisamos nos manifestar -e domingo tem mais na praia de Copacabana- olhando atentamente os que estão do nosso lado e, ao identificar atitudes suspeitas, denunciar imediatamente para que os manifestantes o coloquem no seu devido lugar. Se possível, desarmando-o, desmascarando-o e expondo-o ao público para que sua caricatura seja persona non grata nas manifestações. Nós podemos fazer isto. O que me causou estranheza é que esse grupo de policiais se articularam tranquilamente entre os manifestantes e mesmo o sujeito que os fotografou não os denunciou para que a massa pudesse expulsá-los de lá.

Precisamos estar mais atentos. Não podemos nos permitir a erros tão infantis ou estaremos fadados a implosão dos movimentos em defesa da Democracia, pelas Diretas Já!, e em defesa dos direitos dos trabalhadores.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: