• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Educação: Aécio tergiversou.

O debate entre candidatos serve apenas para que o eleitor ou a eleitora conheça melhor as pessoas que estão pleiteando o mais alto cargo eletivo do país, mais que isto, serve para conhecer o modelo de governo que cada um pretende implantar caso seja eleito no próximo dia 26/10.

De Dilma já conhecemos muito. A oposição extremamente frágil e uma massa humana despolitizada tem apenas um argumento para votar no candidato do PSDB: Tirar o PT do poder. Por incrível que pareça não se conhece uma única e razoável proposta de ação do candidato caso ele seja eleito. Ninguém sabe dizer o que ele pensa para a segurança pública porque nos debates ele faz criticar o modelo de segurança da presidenta Dilma, mas não apresenta o seu modelo. O que diz são ilações genéricas que em nada esclarece. Ao contrário, ao eleitor atento, confunde muito.

No debate de ontem, entretanto, o início do terceiro bloco me chamou a atenção. Dilma faz pergunta ao candidato do psdb sobre a educação de responsabilidade do governo federal, ou seja, o ensino universitário. Quem tem mais de 18 anos sabe que antes do PT para se ingressar na universidade o aluno que deixava o Ensino Médio ingressava quase imediatamente num cursinho pré-vestibular ou a continuidade de seus estudos estava comprometida. O modelo PSDB de pensar o Ensino Universitário é privado. Pessoas ligadas ao ex-governador já manifestaram o desejo de privatizar o Ensino Universitário, por isso Dilma diz que o modelo PSDB sucateou as Universidades do país.

Antes de comentar mais sobre o que disse Aécio chamo o amigo ou a amiga leitor/a a assistirem ao vídeo para melhor entendimento – clique na imagem para assistir:

DEBATE30

Não sei se prestaram atenção, mas o candidato não responde a pergunta sobre o ensino superior, apenas comenta, como tem feito sobre qualquer assunto, que tudo vai continuar, mas vai ser aprimorado. Aprimorado como? Privatizando?

Ao invés de responder sobre o assunto abordado Aécio tergiversa e diz que vai investir em creches, embora o atual governo esteja fazendo isto na medida em que prefeitos façam convênios com a União, porque a responsabilidade do Ensino Fundamental, incluindo aí a pré-escola, é dos municípios. Como Dilma deixou claro, a União só pode agir quando há interesses convenientes dos municípios. Aécio falou também do Ensino Médio e que deixou as Minas Gerais com o melhor modelo de educação para o país. Aí foi dose! Basta perguntar a qualquer mineiro sobre educação e vocês vão conhecer Aécio Neves e seu choque de gestão tucana, mas em nenhum momento deixou claro sua política para o Ensino Universitário, justo esse que de fato é de responsabilidade do governo federal.

Ora! Em 2012 o Democratas, partido aliado de Aécio Neves, juntamente com a Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenem) e a Federação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social (Fenafisp) e o apoio do PSDB foram ao STF com uma ação para barrar o ProUni, o maior programa universitário para pessoas que não encontravam condições de frequentar uma universidade pública. Em maio de 2012 o STF julgou improcedente a ação garantindo assim o direito de milhares de jovens estudantes do Ensino Superior.

A conclusão que se pode chegar é que sendo eleito Aécio vai arrumar um jeito de dar fim ao Programa Universidade Para Todos e certamente daria um fim ao ENEM para permitir que as instituições de ensino voltem a ganhar dinheiro com os cursinhos pré-vestibulares.

Jovens que estão terminando o Ensino Médio devem ficar atentos. Assistir ao vídeo outra vez e interpretar ipsis litteris o que pretende Aécio com sua proposta para o Ensino Superior ou seu futuro pode se perder em falácias tucanas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: