• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Casa & Vídeo vai fechar loja em Queimados

Você se assustou com o título do artigo?

Mas não se assuste se isto vier a acontecer nos próximos meses.

No artigo “Alagou tudo. De quem é a culpa?” isentei o poder público da culpa porque “…Foi um sinistro atípico, inevitável. Penso, contudo, que o impacto poderia ter sido menor”.

Av. Tinguá, na Praça dos Eucaliptos

Av. Tinguá, na Praça dos Eucaliptos

E nesse mesmo artigo eu apresento algumas possibilidades, entre elas “retenção de parte da água e a construção de pequenos sumidouros. As grandes construções fazem um sistema de coleta de água para até 5 mil litros e o poder público cria pequenos sumidouros de água nas margens das vias”.

Vocês imaginam quantos litros de água poderia ser retido no subsolo da Praça dos Eucaliptos? Muitos litros, o suficiente para evitar esta cena ocorrida nesta segunda (17/02, foto).

Agora procurem avaliar quanta água entrou na Casa & Vídeo. Tiveram que fechar as portas. Os clientes sumiram e provavelmente perderam algumas mercadorias.

Se a opção da presidência da rede optar por deixar Queimados não podemos reclamar. Não é possível que a cada meia hora de chuva se perca mercadorias e oportunidades de venda. Casa & Vídeo é uma empresa comercial, vive de clientes em suas lojas. Fico imaginando se o mês de março resolver chover como se espera. Serão pelo menos 10 dias sem negócios na loja em Queimados.

Lembro-me da festa e da pompa com a qual o prefeito Max bate no peito pra dizer que levou a Casa & Vídeo para Queimados. Quero vê-lo bater no peito pra dizer que este é um problema que não vai mais se repetir para mantê-la na cidade.

Eu apresentei algumas possibilidades, mas existem muitas outras que podem ajudar. A crítica acontece agora porque depois do sinistro do final do ano passado e início deste ano não se viu nenhum movimento que pudesse resolver o problema.

Estamos falando do Centro do nosso município, o cartão de visita da nossa cidade. Estou envergonhado, mas disposto a ajudar. Penso que o prefeito Max Lemos (PMDB) pode propor um consórcio entre as cidades Nova Iguaçu, Queimados e Japeri para ações públicas com vistas a equacionar o problema. Vamos prefeito! Convida o povo pra discutir esse problema e você vai se surpreender com a quantidade de propostas, muitas delas exequíveis. E todos queremos uma solução porque afeta o outro, mas dói na gente também.

Av. Pedro Jorge, esquina com Eloy Teixeira

Av. Pedro Jorge, esquina com Eloy Teixeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: