• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Copa: os gastos não preocupam, mas os lucros

Tenho me debruçado demoradamente em leituras sobre a Copa do Mundo em 2014 e as cantilenas contrárias a realização desta em solo brasileiro.

As teorias, o pessimismo e as manifestações dos contrários são estúpidas uma vez que os recursos já foram alocados e todo o projeto está em andamento. É bom que saibam que para a construção das Arenas esportivas não tem dinheiro do governo federal (vejam aqui o vídeo SporTV do ministro dos esportes). Os 28 bilhões do governo serão aplicados em mobilidade urbana (construção de aeroporto, rodovias, metrô, viadutos, vlt etc.), mas a oposição, os pessimistas e os contrários insistem na tese de que há dinheiro que deveriam ser aplicados na saúde e na educação fazendo copa do mundo “pra gringo ver”.

Agora o que se espera são as conclusões das obras e a realização do evento pra ter o retorno do que foi aplicado.

Então o problema dos contrários não são os recursos financeiros porque saíram cerca de 30 bilhões e espera-se um retorno de mais de 140 bilhões.

Opa! Peraí, peraí, peraí… Como assim não são os aportes financeiros autor?

Claro que são! Mas não se trata do que sai porque são 30 bilhões, mas do que vai entrar na economia em 2014: os tais 142 bilhões.

Imagine, caro leitor; 142 bilhões de retorno na economia gerando emprego(não confie em mim, assista uma organização contrária, as organizações globo)!… No telejornal Jornal Hoje de 10/6 Sandra Annenberg e Evaristo Costa falam de 750 mil postos de trabalho e cursos de qualificação: confira Aqui. E o que é melhor: maior parte desses recursos virão dos “gringos” que vem pra ver a copa. Ora bolas! Nada mais justo que eles paguem maior parte da conta.

Vai ser gente comprando, comerciante vendendo, indústria produzindo e um ciclo virtuoso na nossa economia. Isso ta tirando o sono dessa gente que é contra porque tudo isso cai na conta do PT da presidenta Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula  e, para o desespero deles, em 2014, ano de eleições presidenciais.

Essa gente que ta protestando contra a copa do mundo devia fazer manifestação para que o retorno tenha destino no que há de mais necessário no país: investimento em saúde com contratação de médicos especialistas e qualificação das estruturas hospitalares. A copa do mundo foi um investimento, não um desperdício, como querem nos fazer acreditar.

Quando o indivíduo joga contra quer levar todos esses recursos para outros países que tem interesse na Copa. Fazendo isto, aí sim, a conta do que já foi feito e do que ainda está por fazer cai no nosso colo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: