• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

O MPL e o aprendizado democrático

Autor:  Luis Nassif
Publicado em seu Blog no dia 16/6/2013

Coluna Econômica

A prefeitura de São Paulo ainda não absorveu a perplexidade com o Movimento do Passe Livre (MPL), que colocou em confronto manifestantes e policiais.

Em sua sala, no 6a andar da sede da Prefeitura, o prefeito Fernando Haddad exibe ar cansado, de quem passou o dia dando explicações.

Tem argumentos racionais para justificar o reajuste de 20 centavos nas passagens de ônibus da capital. Mostra que estava-se sem reajuste desde 2011 e, nesse período, os salários dos motoristas e cobradores subiram muito mais que isso.

Rebate os argumentos do movimento, de que, se corrigida pela inflação desde 1994, as passagens deveriam estar custando menos. Explica que eles deixaram de considerar que não se pode comparar as duas datas apenas, porque no período foi introduzido o bilhete único, pelo qual cada passageiro anda muito mais do que antes da sua introdução.

***

Discorre argumentos racionais e levanta, em sua defesa, sua abertura para os movimentos sociais. Conta que enfrentou uma multidão de 5 mil sem tetos que foram protestar na frente da Prefeitura. Subiu no seu caminhão, chamou-os para a conversa, explicou seus argumentos e foi bem compreendido.

Na sua equipe tem muitas pessoas que participaram dos protestos das diretas, das manifestações contra Collor. E que tentaram, de várias maneiras, trazer o movimento para conversar.

Mas com a rapaziada do MPL foi inútil. A prefeitura procurou os líderes do movimento para negociar e eles recusaram. Quando viu o rosto da líder na televisão, levou um susto: tinha idade (e aparência frágil) para ser colega da sua filha.

***

Peço para que deixe de lado a racionalidade, os argumentos técnicos e tente discorrer sobre o sentimento que leva milhares de jovens às ruas, sem bandeiras específicas, apenas para colocar para fora sua jovem energia. São como os caras pintadas sem um Fernando Collor como alvo. Não são os 20 centavos de reajuste que os mobilizaram, mas a sede de participar, de mostrar a sua cara.

E Haddad constata que o novo movimento é composto por avatares, pessoas com perfil nas redes sociais, que, por razões diversas, conseguem conquistar a simpatia de outros ativistas virtuais.

***

A maior parte não tem ideologia, não tem ideias claras sobre as bandeiras a empunhar e, quando têm a bandeira, dispõe de informação mínima sobre as circunstâncias e fatos que a determinam.

Mas querem participar. Têm o fogo sagrado, a energia vital, dos que sonham em mudar a realidade.

***

Será um aprendizado recíproco.

Da parte dos jovens, aprenderão que todo ato violento tem consequência. O pavor estampado no rosto de vários deles, com a agressividade ilimitada da Polícia Militar, foi uma boa lição. O fato da manifestação ter sido aproveitada por vândalos, outra lição.

Da parte das autoridades insensíveis, a lição de que, na era das redes sociais e dos smartphones, nenhuma violência fica impune. O movimento dos jovens iria se esvaziar na 5a feira, devido à violência do dia anterior. A violência redobrada da PM reacendeu a legitimidade do movimento.

Da parte das autoridades responsáveis, um longo aprendizado para saber como atender aos impulsos de uma geração afoita, como todos os jovens, inexperiente, sem um alvo fixo para atacar. Mas portadora do futuro político do país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: