Vale Ouro só é lembrado durante o processo eleitoral

Estrada Carlos Sampaio: altura do bairro Vale Ouro

Imagem 1. Estrada Carlos Sampaio: altura do bairro Vale Ouro

Vale Ouro é um bairro cravado ao nordeste de Queimados e faz divisa com a cidade Nova Iguaçu abrigando cerca de 900 famílias sempre cobiçadas pelos políticos quando na busca por votos em campanhas eleitorais.

Foi assim que em 2004 o atual prefeito Max Lemos (PMDB-Queimados) conheceu o bairro e prometeu soluções para os problemas de saneamento básico e pavimentação necessários para a melhoria da qualidade de vida dos habitantes do Vale Ouro.

Depois que Max Lemos se elegeu em 2004 a esperança deu o ar de sua graça na comunidade com a promessa do governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) de dar cabo às promessas de seu pupilo queimadense e vários caminhões surgiram despejando enormes manilhas ao longo da Estrada Carlos Sampaio. Era véspera das eleições para presidente, governador, deputados e senadores. Com esse quadro Sérgio Cabral se reelegeu governador em 2010 e reelegeu Max Lemos, seu aliado, amigo e afilhado político em 2012.

Mas nos dias atuais o quadro é desanimador. A Estrada Carlos Sampaio, via principal que liga a cidade Nova Iguaçu e Queimados e principal via de acesso a muitos outros bairros como Três Fontes, Carlos Sampaio, por exemplo, está literalmente esquecida pelo poder público (Imagem 1) com muitos buracos causados pela ausência de esgotamento sanitário com as águas fluviais escoando por entre os paralelepípedos soltando-os com a retirada da areia que deveriam sustentá-los no lugar.

As manilhas colocadas à beira do campo Vale Ouro serviu para proteger a vegetação que já alcança até quatro vezes mais a altura de uma manilha (imagem 2).

Imagem 2. As manilhas e a vegetação que alcança a altura de 4 manilhas empilhadas.

Imagem 2. As manilhas e a vegetação que alcança a altura de 4 manilhas empilhadas.

Uma senhora que preferiu não se identificar com medo de represálias disse que um vereador de Queimados já retirou várias manilhas levando-as para lugares ignorados: “a gente via o caminhão dele chegar aqui com uma máquina e sair lotado de manilhas, mas a gente fica com medo de dizer alguma coisa né? Na medida em que as manilhas vão se perdendo, ou porque alguém leva ou porque se quebra com o tempo, nossa esperança de ver o bairro saneado e pavimentado também vai se perdendo”, lamenta.

Este é mais um daqueles casos em que o político se apresenta como aquele que vai resolver, investe alguns milhões de reais, esboça uma ação positiva, mas deixa que o tempo se ocupe de fazer o povo perder as esperanças. Mas isto tem uma intencionalidade porque ano que vem tem eleições e, mesmo impossibilitado de concorrer, Cabral já indicou alguém para substituí-lo e ele dirá: “se não tive tempo de resolver, meu sucessor resolverá“.

Você teria coragem de acreditar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: