• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 798 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Carnaval em Queimados: pode ser melhor

Não tenho dúvidas de que a cidade de Queimados oferece aos foliões o melhor carnaval da Baixada Fluminense. Não apenas pelas atrações que são variadas, mas pela própria hospitalidade do seu povo e sua maneira doméstica, familiar, de brincar o carnaval. Além disso, podemos acrescentar que a segurança na cidade sempre foi destaque. Acho que pela proximidade do 24º Batalhão de Polícia Militar.

PraçaEucaliptus

Praça dos Eucalíptus: Ficou assim todos os dias de carnaval.
Foto, Cobertura Jornalística de Política

Os três primeiros anos de cidade emancipada foram de aprendizagem. A partir do segundo governo a coisa foi tomando corpo e, sacada do ex-prefeito Azair Ramos, fez da praça dos Eucalíptus um espaço para o desenvolvimento da cultura na cidade. A partir daí não teve pra ninguém: o carnaval sempre foi de alta qualidade. Em todas as gestões, a segunda do Azair, a do Rogério do Salão, a primeira e a atual do Max Lemos seguraram legal a peteca sem deixa-la cair.

O título desse artigo chamou sua atenção, não? Ora, por que digo que o carnaval em Queimados pode ser melhor? Todos os dias de folia a Praça dos Eucaliptus ficou super lotada e alguns eventos chamaram minha atenção e me ocorreu de sugerir que o poder público capitalize isso em seu favor. Soube que na cidade existem nada menos que 18 (dezoito) blocos carnavalescos e nenhum deles desfilou porque nada os motivou. Penso que a Secretaria de Cultura poderia reunir os organizadores desses blocos e lhes fazer uma proposta para no ano que vem se apresentarem numa saudável disputa entre blocos.

Ali na Avenida Tinguá, desde o trevo até a Praça dos Eucalíptos seriam montadas algumas arquibancadas e esse trecho serviria de passarela para o desfile dos blocos. Essa estrutura teria uma outra serventia porque Queimados também reúne uma boa quantidade de grupos de clóvis, logo, eles também poderia desfilar numa outra saudável disputa.

Com os desfiles dos blocos e dos clóvis a cidade ganharia duas outras atrações fantásticas e que atrairiam mais e mais pessoas e, é claro, a continuar com o povo querendo apenas brincar, Queimados será uma cidade importante no calendário carnavalesco do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: