• A Juíza que enfrentou Sergio Moro

    No Blog da Cidadania

    Nos últimos dias, decisão de uma juíza de primeiro grau de Brasília chamada Luciana Correa Torres de Oliveira criou um embaraço para os três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região que irão julgar apelação do ex-presidente Lula àquela Corte contra condenação que recebeu do juiz Sergio Moro.

    Além desse efeito prático da decisão da magistrada em tela, o juiz Sergio Moro acabou desmoralizado por essa decisão.

    Quer ler mais? Clique aqui A Juíza que enfrentou Sergio Moro


  • Lavajateiros voltam suas armas entreguistas na direção da Caixa

    O Cafezinho

    É tudo muito previsível. Os lavajateiros, lacaios a serviço do mercado financeiro internacional, querem destruir todos os ativos públicos.

    Assista ao vídeo em Lavajateiros voltam suas armas entreguistas na direção da Caixa


  • Delatado, Serra desiste de disputar eleição em 2018

    GNN Notícias

    Delatado por ter sido favorecido com R$ 23 milhões em propina da Odebrecht, José Serra (PSDB) anunciou que não disputará eleição em 2018. Cotado para concorrer áo governo de São Paulo e, em menor grau, à presidência da República, Serra agora diz que tem mais 4 anos de mandato como senador pela frente, e prefere se dedicar a projetos de lei.

    As delações da Odebrecht já geraram um inquérito contra o tucano e o senador Aloysio Nunes (PSDB), que tramita no Supremo Tribunal Federal.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 798 outros seguidores

  • Recomendo leitura

O Carnaval na Globo

mangueiraChega a ser ridículo o papel dos apresentadores da Rede Globo na torcida pela Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira (foto).

Se você leitor é mangueirense recomendo não ler este texto. Vai me achar antimangueirense e, neste caso, estou. Tudo por conta da Globo e de seus bichinhos amestrados.

Não gosto de carnaval, na verdade não gosto de muvuca, muita gente, muito barulho. Me incomoda bastante. Adoro futebol e jogo todas as quintas e aos sábados. Com meus pares do time de futebol gosto de conversar, jogar cartas, dominó, xadrez e, de vez em quando, compartilhar de um churrasquinho na brasa. Como não bebo, não costumo ficar até o final. Se tiver barulho que nos atrapalha a conversar, o ambiente fica impossível para mim e vou pra casa.

Ontem, quando começou o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, resolvi assistir ao filme “não se preocupe, nada vai dar certo” com o brilhantismo de Tarcísio Meira, Gregorio Duvivier, Flavia Alessandra e outros. Foi bom enquanto durou. Quando os caracteres começara a subir recorri ao controle remoto buscando alternativas e, confesso, acabei parando na Globo para ver o desfile da São Clemente.

Hugo Cavana

Hugo Cavana, no filme “não se preocupe, nada vai dar certo”.

Enquanto a escola avançava o espaço da dispersão fui tomar banho. Quando voltei, lá estava a Mangueira imponente com seu verde e rosa (quem diabos disse que essas cores se combinam?!), suntuosa, com 4 mil componentes de duas baterias. Opa! Duas baterias? Isso mesmo. Exaltava assim os apresentadores da bestial prateada.Isso me chamou a atenção porque fiquei pensando como seria isso e vi que a Ala da bateria se dividia em duas partes e se revezavam em determinados momentos do desfile. Se gostei? Não. O parar de um bloco e o começo do outro foi perfeito, mas isso não significou nada, a não ser um embaraço na hora de entrar no recuo. O primeiro bloco foi para o local reservado, o segundo meteu-se num beco que seria a metade do recuo oficial. Isso fez a escola perder algum tempo além de prejudicar a evolução.Evolução, aliás, que teve outro tropeço com um carro que se engasgou num treco feito para fotógrafos tirarem fotos aéreas das agremiações na Marques de Sapucaí. A escola estourou o tempo em 7 minutos o que lhe renderá, antes mesmo da abertura dos envelopes, -0,7 pontos (sete décimos menos).

Depois da Mangueira veio a majestosa Beija Flor. Esta também teve problemas com o elemento alegórico que não funcionou sozinho e teve que ser puxado e um dos carros apresentou problemas e teve que ser empurrado e também prejudicou a evolução da escola. Mas me aborreceu a torcida contra do pessoal da Globo. Depois de fazerem grandes lobbies pela Mangueira e se desesperarem com o estouro do tempo da verde e rosa, começaram a torcer contra a Beija Flor inexplicavelmente. A partir dali começaram a buscar defeitos da nilopolitana para destacá-los.

Eu fiquei tão chateado que desliguei o TV e fui dormir. Nunca vi uma torcida tão efetiva por uma agremiação carnavalesca quanto é a globo pela Mangueira ao ponto de torcer para que as demais apresentassem defeitos também. Se torço pela Beija Flor? Não. Este ano eu sou Grande Rio e, podem crer, se a globo é a favor, como foi a favor da ditadura, eu sou contra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: