E a loucura se manifestou explícitamente

Foto de celular extraída do Facebook

Agora a ficha caiu.

Tereza Cristina recebeu aplausos e publicidade por seus atos inicialmente tidos como corajosos de alguém que vai à luta para conquistar seus objetivos; foi ter prosa televisiva com Jorge Perlingeiro, na CNT; e mereceu aparições em algumas páginas nos sensacionalistas cariocas.

Depois das publicizações Terezão sentiu-se capaz de ter mais atenção ainda. Tirou completamente a roupa durante o Show do Swing e Simpatia na Praça dos Eucalíptos, em Queimados, Rio de Janeiro. Ficou chateada por ter sido impedida de ir até o camarim dos artistas e de dançar no palco com os artistas que se apresentavam.

Não testemunhei sua prisão, mas soube que Terezão chegou a ser presa por atentado violento ao pudor.

Hoje pela manhã Terezão voltou a aprontar: despiu-se completamente e resolveu fazer cena no único viaduto da cidade ameaçando se jogar à morte.

Repito: pode ser que Tereza Cristina não queira se livrar de Terezão, mas alguma coisa precisa ser feita. Seus atos são de loucura explícita e isso precisa de ajuda médica. Se o Poder Público não tomar a iniciativa qual, ou quem?, organização poderia fazê-lo?

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: