• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Charrete como transporte de passageiros está previsto no Código Brasileiro de Trânsito

Boa tarde Dine Estela, Zé Carlos e amigos da RNR

A Câmara Municipal de Queimados aprovou Lei que autoriza o Executivo Municipal a permitir o uso de charretes para transportes de passageiros e ontem ouvimos aqui mesmo na programação o prefeito Max Lemos dizer que vai vetar a Lei e pediu que os vereadores aprovassem o veto porque a medida é inconstitucional.

Há controvérsias Dine Estela: charrete como veículo de transportes de passageiros está descrito na Lei 9503 do Código Brasileiro de Trânsito e, portanto, é perfeitamente constitucional. Tanto assim o é, meus amigos, que cidades como Petrolina, em Pernambuco, regularizou o serviço por meio de uma Lei, nº 2.421, de 06 de dezembro de 2011. O que aliás, é o que deve fazer o prefeito Max. Ou seja, eu estou dizendo que a prefeitura pode autorizar o serviço desde que eles se enquadrem na Legislação Municipal e tem que ser uma Legislação que visa a segurança e o conforto dos passageiros nas charretes; que zele pela limpeza urbana e, portanto, os condutores de charretes seriam responsáveis pelo recolhimento das fezes dos animais; que zele pela saúde e tratos dos animais utilizados como força de trabalho; que estabeleça valores de passagens, locais específicos para se fazer os pontos; modelo de charretes etc.

É claro que isso pode significar uma dificuldade de todos, ou pelo menos da maioria dos atuais charreteiros, manter o serviço tal como pensado e em funcionamento, mas isso é parte do processo. Se o poder público local não admite tal serviço porque avilta as condições dos passageiros e empobrece a cidade, cabe a ele determinar que tais serviços minimizem tais efeitos.

Mas cá pra nós: a Câmara só tomou tal medida porque se trata de um ano eleitoral e não quiseram, os vereadores, enfrentar a fúria de um grupo de pessoas que diz sobreviver por conta do serviço que prestam na charretagem. Algumas cidades e o Distrito Federal, por decreto, proibiram o transporte de passageiros por veículos de tração animal, mas este tipo de transporte está previsto no Código Brasileiro de Trânsito e, portanto, constitucional.

Se o prefeito quer dar fim a esse tipo de transporte que faça um decreto e trabalhe para aprová-lo na Câmara Municipal.

Uma resposta

  1. Acontece que isso nunca vai acontecer , os charreteiros nunca vão cuidar de limpeza muito menos da saúde do animal, eles não vivem do dinheiro da charrete eles são patrocinados pelo tráfico, só um idiota como quem escreveu esse artigo pode achar que isso pode um dia acontecer. Deve ter alguma coisa a ver com quem tentou implantar essa lei ridícula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: