• Cientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”

    No Blog da Cidadania

    O cientista político Alberto Carlos Almeida é autor do livro “A Cabeça do Brasileiro” (Editora Record, 2007), que possui uma pesquisa reveladora e dados estatísticos de excepcional amplitude a respeito do perfil do brasileiro. Almeida é professor da Universidade Federal Fluminense.

    Publicou os livros “Por que Lula?” (Editora Record, 2006); “Como são Feitas as Pesquisas Eleitorais e de Opinião” (Editora FGV, 2002); e “Presidencialismo, Parlamentarismo e Crise Política no Brasil” (Eduff, 1998).

    Alberto Carlos Almeida possui doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ; foi pesquisador visitante na The London School of Economics; e coordenou as pesquisas eleitorais e de opinião do DataUff entre 1996 e 2002 e da Fundação Getúlio Vargas entre 2002 e 2005.

    Quer ler mais? Clique aquiCientista político diz que candidato de Lula será favorito “rapidamente”


  • EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY

    O Cafezinho

    Por Mariana Noviello

    Dilma Rousseff esteve no Reino Unido na semana passada onde ela participou de um evento acadêmico o Brazil UK Forum, organizado pelos estudantes das prestigiadas universidades de Oxford e LSE, e também conversou com a mídia, mulheres na academia e na política.

    Talvez de maior relevância tenha sido o encontro de Dilma com a alta cúpula do Labour Party (Partido Trabalhista Britânico).

    Parlamentares trabalhistas não só prestaram solidariedade à Presidenta em relação ao impeachment e a Lula, mas também se mostraram preocupados com a democracia no Brasil.

    Emily Thornberry, portavoz do Partido em assuntos internacionais, twitou: “Hoje, tive a honra de me encontrar com Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil. Discutimos como a democracia em seu país está comprometida”. EM LONDRES, DILMA É CALOROSAMENTE RECEBIDA PELO LABOUR PARTY


  • O que Temer não disse sobre os 2 anos de governo

    GNN Notícias

    [...] A cerimônia teve início às 15h no Salão Nobre do Palácio do Planalto, mas antes mesmo já foi marcada por polêmicas. Após o deslize do título "O Brasil voltou, 20 anos em 2", e a repercussão negativa, o convite para ministros e autoridades veio com outra nomenclatura: "Maio/2016-Maio/2018: o Brasil voltou".

    Ostentou de maneira exacerbada que houve uma queda na inflação e redução da taxa de juros. Juntou os números para preparar a cartilha "Avançamos - 2 anos de vitórias na vida de cada brasileiro", que foi o período de sua atuação desde que assumiu com a derrubada da presidente eleita Dilma Rousseff.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 799 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Vagão exclusivo para mulheres

Imagem extraída do blog osamigosdopresidentelula.blogspot.com

Este post é preliminar para explicar que vou realizar uma pesquisa em duas estações ferroviárias da linha Japeri – Central do Brasil da Supervia para contar quantas pessoas pagam passagem num determinado tempo e lugar, por sexo, para responder a seguinte hipótese:

  • A Lei que determina Vagão Exclusivo para mulheres nos trens urbanos no Rio de Janeiro não corresponde a real necessidade.

Já algum tempo questiono a razão da existência de 3 vagões [de um total de 9] exclusivos para mulheres porque a grosso modo elas ou são maioria ou estão em igual número nos vagões dos trens que fazem o percurso Japeri – Central do Brasil. Questiono também que as Leis que são discutidas nas casas legislativas correspondem às expectativas dos detentores de mandato que as elaboram em nome do povo; se tornam instrumentos de propaganda política nos processos eleitorais, mas os possíveis beneficiários das prováveis Leis nunca são chamados ao debate, e o que é pior, sem nenhuma cientificidade que a fundamente antes de ser votada nas casas legislativas.

Então adotarei a seguinte metodologia: em dias diferenciados, e em horários também diferenciados, me dedicarei a buscar informações nas estações de Engenheiro Pedreira (Japeri) e Austin (Nova Iguaçu). Em cada estação vou anotar o  horário em que determinado trem passa pela estação e, a partir do momento que o trem deixar a estação para dar segmento a viagem, passo a contar o número de passageiros que passam pelos torniquetes (roletas, catracas etc.) separando-os por sexo, desprezando as crianças com idade aparentável até 15 anos. Vou esperar a passagem de dois outros trens e encerrarei a contagem quando na partida do segundo. Isto deve levar em média 30 minutos. Vou me ater nos horários em que a Lei contempla as mulheres (entre 7 e 9 horas) e ignorar o destino do usuário.

Quando terminar a primeira etapa, que penso investigar por 4 horas, sendo 30 minutos em cada estação e em dias diferenciados, penso entrevistar alguns usuários sem identificá-los para conhecer a impressão que os usuários tem da Lei e o quanto a respeitam.

Quando terminar minhas investigações, posto aqui seus resultados.

 

Uma resposta

  1. Esta Lei nao promove dignidade as mulheres e fere a isonomia garantida constitucionalmente, alem de prejulgar os homens, nivelando-os por baixo.
    Esta lei camufla a falencia do governo, que nao eh capaz de oferecer transporte digno e humano para todos, sejam estes usuarios mulheres ou homens.
    Sou usuario da Supervia e afirmo categoricamente: Esta empresa so detem a concessao dos servicos de transportes de passageiros sobre trilhos porque estamos no Brasil, pois ela nao tem conhecimento do que eh respeito ao usuario. O governo contribui aprovando leis que colocam nas costas dos homens as indignidades e constrangimentos que as mulheres sofrem em trens hiperlotados. Nao se iludam, nos homens tambem temos que suportar os constrangimentos da megalotacao das composicoes. Precisamos despertar. A educacao liberta e nos faz ver os desmandos dos agentes publicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: